quarta-feira, 25 de abril de 2012

Chocolate no dia 25 de Abril

Abri os olhos e a chuva caia lá fora. Tinha dormido durante longas horas, e sentia-me ainda cansada. Automaticamente, comecei a pensar em ti e logo os meus olhos se inundaram. Toda esta dor é difícil de suportar.

A vontade voltou, aquela má vontade que me alivia. Ainda peguei nela mas consegui controlar-me. O cansaço consome-me na mesma medida que o vazio. Eras pequeno mas a tua presença ocupou-me todo e qualquer pedaço do meu ser. Como é possível amar-te tanto?
Eles têm sido valiosos, e estão sempre cá. São meus amigos e ficam sempre comigo. O meu coração fica mais preenchido quando estou com eles, mas não posso ficar sempre com eles e não conseguem preencher por completo o buraco negro que decidiste deixar. Eles não são fantasmas que me assombram os sonhos e o coração, levando-me a uma escuridão que me retirou a vida, ao contrário da tua presença.

Eles estão cá, sinto-lhes o coração a bater. O teu, bate por outro alguém, ou então por mim, mas não queres que saiba, não sei se quero saber também. Espero que me dês notícias antes de partires.

Sem comentários:

Enviar um comentário

who's visiting (:

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto
Irónica , rancorosa,vingativa, teimosa, orgulhosa.